Psicologia e Psiquiatria

Autoconfiança

Autoconfiança Há uma confiança infundada na ausência de propriedades negativas e menos no caráter. A autoconfiança deve ser distinguida de algo como autoconfiança, que é uma propriedade de um indivíduo, cujo núcleo é uma avaliação positiva por uma pessoa de habilidades e habilidades pessoais como suficiente para alcançar e alcançar metas, bem como necessidades.

A percepção do homem sobre si mesmo influencia pessoalmente sua percepção por outras pessoas. Quanto mais sucesso na vida de um indivíduo, mais ele se sente autoconfiante. Alguns fatores que afetam o desenvolvimento da autoconfiança não nos obedecem, mas ainda existem algumas maneiras pelas quais você realmente a fortalece conscientemente.

Excesso de confiança

No campo da psicologia, há resultados de numerosos estudos que indicam que a causa de muitos fracassos humanos é a autoconfiança excessiva, o que impede que se atinja um determinado objetivo. É muito importante não confundir confiança excessiva com confiança. Pessoas autoconfiantes não reconhecem erros pessoais, atribuem sua opinião à única correta. Tais pessoas geralmente entram em conflito, têm mal-entendidos.

A autoconfiança excessiva em várias situações dificulta a atuação significativa e também impede o desenvolvimento. Sob certas condições, a autoconfiança excessiva pode ser uma vantagem, mas a média dourada é melhor que os extremos. Grande autoconfiança não permite que uma pessoa perceba seus erros e não os corrigirá, incorrendo em erros e falhas.

A autoconfiança excessiva causa grande dano quando se trata de resolver problemas financeiros, bem como problemas de autotratamento. Quando uma pessoa tem certeza de que nada a ameaça, a probabilidade de cometer um erro aumenta.

A grande autoconfiança muitas vezes surge do zero, e a confiança real é baseada na consciência de si mesmo, bem como no seu lugar no mundo e nos sucessos objetivos do passado. A autoconfiança excessiva muitas vezes expõe-se ao público e sem ele não existe, e a pessoa autoconfiante, bem como internamente livre não presta atenção ao público. A autoconfiança está associada a emoções e atitudes, e a autoconfiança age como uma liga da razão e da vontade com o conforto interior.

Confiança e autoconfiança

A diferença entre psicólogos de autoconfiança e confiança é significativa. A autoconfiança é um dos primeiros sinais de uma pessoa insegura. Essas pessoas escondem complexos sob ostensiva coragem, agressividade, arrogância, egoísmo, bravata e equanimidade externa. As fundações da autoconfiança e da confiança são descontraídas na infância.

Uma pessoa inadequadamente educada cresce zangada, sensível, passiva, exigente. Todas essas qualidades negativas de uma pessoa, crescendo, escondem-se sob a máscara da autoconfiança.

Uma pessoa confiante está ciente de suas deficiências e vantagens, respeita sua individualidade, não recua diante de ninguém, não hipócrita, não tem medo de expressar sua opinião pessoal, ele sempre insiste por conta própria. Ao mesmo tempo, responderá adequadamente às críticas e comentários. Um indivíduo confiante aceita as pessoas como elas são.

A pessoa autoconfiante procura dominar os outros, bem como a fama e o poder. Tal pessoa frequentemente discute em várias ocasiões e entra em situações de conflito, excessivamente orgulhosa e sensível.

A autoconfiança é ruim? Em certas condições, um excesso de autoconfiança pode produzir bons resultados. Ao trabalhar em sua personalidade e caráter, você não deve sempre erradicar traços negativos. Muitas vezes é mais razoável levá-los e tentar tirar o máximo proveito deles.

Oferecemos as seguintes opções de como usar o excesso de confiança:

  1. Sempre adere à polidez, bem como à delicadeza na comunicação, suavizando os conflitos.
  2. Pense menos sobre a impressão que você causa nos outros e pense mais sobre seus assuntos reais.
  3. Não se esqueça de cuidados razoáveis, portanto, mais controle seu comportamento.

Como aumentar a autoconfiança? Existem 10 estratégias pelas quais é possível obter o ânimo necessário para exercer autoconfiança.

♦ Primeiro, vista-se estritamente. Roupas afetam o sentido do eu. Sua aparência é refletida na interação com outras pessoas. Passe bastante tempo no visual (penteado, manicure, guarda-roupa). Os homens muitas vezes precisam se barbear regularmente, tomar banho, usar roupas limpas e estar atentos às tendências da moda. A roupa sempre compra alta qualidade e seletiva.

♦ Segundo, vá rápido. A marcha diz sobre a autoconsciência do homem. Pessoas autoconfiantes caminham com firmeza, confiança, energia e propósito. Claro que as pessoas têm pressa. Pode ser uma data, um emprego ou uma reunião de negócios. Ao acelerar sua caminhada, você aumentará sua importância em autoconsciência em 25%, o que levará ao desenvolvimento da autoconfiança.

♦ Terceiro, o treinamento de autoconfiança começa com a postura. Afinal, a maneira como uma pessoa se sente ao longo da vida nos dirá sua caminhada. Pessoas com movimentos letárgicos, bem como ombros rebaixados, demonstram a todos sobre a falta de autoconfiança. Essas pessoas não são apaixonadas por seus negócios e não se consideram pessoas importantes.

Tendo treinado a postura correta, a pessoa automaticamente sentirá uma onda de confiança. Sempre fique em pé, ande com a cabeça erguida e olhe nos olhos. Dessa forma, você causará uma impressão positiva nas pessoas ao seu redor e sentirá a vivacidade e uma onda de força.

♦ Quarto, ouvir o discurso estimulante é a melhor maneira de construir autoconfiança. No entanto, a oportunidade de ouvir um bom orador nem sempre cai. Anuncie-se. Faça um discurso por 60 segundos, que enfatizará seus objetivos e pontos fortes. Declare-o diante de um espelho ou interiormente quando se trata de fortalecer a autoconfiança.

♦ Quinto, sempre agradeço. Quando há uma concentração em alcançar seu objetivo, o cérebro humano começa a apresentar as razões pelas quais isso não acontece, e isso provoca o que a pessoa diz sobre suas próprias fraquezas. Para evitar isso, conscientemente agradeça a si mesmo em sua mente por tudo o que você conseguiu em um dia. Lembre-se de todas as suas realizações passadas, bem como relacionamentos amorosos, habilidades especiais e outros momentos positivos. Depois de analisar tudo isso, você ficará surpreso com o quanto muitas coisas na vida estão indo bem, então você receberá um incentivo para o próximo passo bem-sucedido.

♦ Sexto, sempre faça elogios às pessoas. Quando uma pessoa tem uma atitude negativa em relação a si mesma, ele também projeta esse negativo para outras pessoas na forma de fofoca, insultos. Rompendo com um círculo tão negativo ajuda o hábito de louvar as pessoas. Pare de fofocar para sempre e elogie as outras pessoas. Tal comportamento causa simpatia nas pessoas e aumenta a autoconfiança. Procurando o melhor em outras pessoas, você indiretamente abre com a melhor mão.

♦ Sétimo, sempre sente nas primeiras fileiras. Isso se aplica a escolas, escritórios, reuniões públicas. As pessoas geralmente tendem a ocupar os assentos de trás por causa da insegurança. Ao decidir sentar-se na frente, você superará o medo e construirá autoconfiança.

♦ Oitavo, tente falar durante as discussões em grupo. Muitas vezes, as pessoas estão mais dispostas a aceitar as opiniões de outras pessoas do que pensamos. Falando em uma discussão em grupo, uma pessoa irá melhorar suas habilidades de fala e também se tornar mais confiante em pensar.

♦ nono, praticar esportes. Não só a aparência afeta a autoconfiança, mas também a forma física. Se uma pessoa está fora de forma, ela se sentirá insegura, desinteressante e menos vigorosa. Recomendado para melhorar a forma de fortalecer a atividade física. Praticar esportes, você pode melhorar sua aparência física, bem como recarregar suas baterias. Esportes disciplinados melhorarão a saúde, além de criar uma atitude positiva durante todo o dia.

♦ Décimo, não se demore em suas experiências. Muitas vezes, estamos imersos em nossos próprios desejos e nos concentramos demais em nossas experiências, sem prestar atenção suficiente a outras pessoas. Se você parar de pensar em si mesmo e se concentrar no meio ambiente, não ficará tão preocupado emocionalmente com suas deficiências pessoais. Tal comportamento fortalecerá a autoconfiança e, com o tempo, você obterá um retorno. Dando mais, você ganha muito mais na forma de reconhecimento, bem como sucesso pessoal.